Paris Fashion Week: O movimento feminista no desfile da Dior

O movimento feminista volta a entrar no desfile da Dior. E desta vez em particular, o tema era a irmandade. “Sisterhood is Powerful”, “Sisterhood is Global” e “Sisterhood is Forever”, foram os títulos das obras de poetista feminista americano Robin Morgan escritos nas camisas brancas . Até a decoração o Museu Rodin seguiu este emblema. Desenhado pelo artista italiano Tomasa Bingo, onde fotos de mulheres acompanhadas por uma carta que representa uma mulher diferente, formavam um poema de uma mulher que escolheu um pseudônimo para ter sucesso em um mundo de homens, e que ela própria leu no início do desfile. Outro ponto de inspiração foram as “Teddy Girls”, análogas femininas dos “Teddy Boys”, uma das primeiras subculturas britânicas, a partir das quais ele recuperou o famoso chapéu bucket. 

Assine o Glanz Fashion e receba as novidades em primeira mão!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s